ACESSE AQUI INFORMAÇÕES SOBRE O MEU TRABALHO E SESSÕES DE ATENDIMENTO TERAPÊUTICO

Reflexão e Consciência para Se Libertar do Controle e de Querer Controlar









"Não se preocupe,
não tenha pressa.
O que é seu encontrará um caminho
para chegar até você.
Deus não demora,
Ele capricha."

Caio Fernando Abreu



"Calma... Deixa fluir...
Porque o que realmente vale a pena
ainda está por vir."

Autor Desconhecido



"Nada é mais eficaz do que 
inspirar e expirar lenta e profundamente
para administrar algo que você não pode controlar
e, a seguir, se concentrar naquilo que está bem na sua frente."

Oprah Winfrey





**************************************************

REFLEXÃO E CONSCIÊNCIA 
PARA SE LIBERTAR DO CONTROLE
E DE QUERER CONTROLAR






Você é uma pessoa controladora?


Você quer saber porque eu estou perguntando?


Que bom!


Então você quer controlar?


Assim...



Já está respondido!





Normalmente a pessoa controladora sofre!

E sofre muito...


Por que?


Porque ela quer controlar tudo e todos!


Mas... 
ela não consegue controlar nada!

Na verdade, nem a si mesma!





Então...



Vamos começar por aí: 
por você!




Observe com atenção:

* Você quer controlar as outras pessoas?

* Você quer controlar o tempo?

* Você quer controlar o roteiro da sua vida?

* Você quer controlar o roteiro da vida
das outras pessoas que convivem com você?

* Você sente uma angústia quando
percebe que as coisas estão
fora do seu controle?

* Você sente ansiedade quando

não está no controle ou
percebe que as pessoas, as coisas
e tudo ao seu redor
está escorrendo como grãos de areia
por entre os dedos?

* Você quer controlar tudo e todos
mas ao mesmo tempo se sente sobrecarregado (a)?

* Você tem o hábito de controlar,

fiscalizar, monitorar, espiar, xeretar,
indagar, investigar, sondar, interrogar,
espreitar, escarafunchar
tudo e todos ao seu redor?

* Você quer controlar tudo e todos
mas na verdade percebe 
que não consegue controlar nada
e isso lhe causa raiva e frustração?

* Você gosta de fazer tudo do seu jeito,

na hora que você escolhe e determina e
não aprecia contestações das outras pessoas?

* Você identifica algum padrão negativo repetitivo familiar

e que você repete sem ter consciência,
como por exemplo,
quando seu pai ou sua mãe tem a tendência a
esse comportamento controlador?

* Você costuma julgar que sabe tudo

e o tempo todo?

* Você tem dificuldade em admitir um erro?


* Você costuma ser uma pessoa mal humorada?


* Você costuma dar 'chiliques', ter 'piti',

fazer 'um show' particular ou em público,
chorar, gritar, esbravejar,
quando sente que as pessoas estão saindo
do seu controle?

* Você tem dificuldade de pedir desculpas?

* Você tem uma certa convicção
de que sabe tudo o que o outro pensa e sente?

* Você tem sentimentos como falta de confiança,

falta de fé, falta de segurança,
falta de tolerância, falta de paciência?

* Você tem consciência do seu ego,

e de que ele pode trabalhar contra ou à favor?

* Você se utiliza de técnicas para controlar

as outras pessoas, tais como:
manipulação, chantagem emocional,
conquistador(a), sedutor(a), acusador(a),
crítico(a), vitimismo, coitadinho(a)?


* Você utiliza no seu dia a dia:


* expressões de comando, como:
'faça ou não faça isso',

* expressões impositivas, como:
'você precisa fazer assim ou assado',
'você tem que...',

* expressões manipulativas, como:
'certamente você vai concordar comigo que...',

* expressões que decidem ou determinam pelo outro, como:
'você tem que fazer assim',
'é melhor você proceder de tal maneira', ou

expressões de chantagem, como:
'se você for embora...',
'se você não fizer isso para mim...'?


* Você normalmente perde a calma

quando alguém o(a) está desafiando
quanto ao seu controle?

* Você gosta de controlar as outras pessoas
mas não aprecia muito quando os outros
querem fazer isso com você?

* Você tem dificuldade com palavras,

expressões ou verbos,
tais como:
aceitação, destino, sensibilidade,
mandão ou mandona, chefe, autoridade,
respeito, compreensão, tranquilidade,
fluir, caminhar, viver a vida?

* Você tem muita dificuldade

em aceitar a palavra 'não',
uma recusa, uma negativa,
uma opinião diferente ou oposta à sua?

* Você não confia no fluxo natural da vida?




Conforme o seu grau progressivo de

tendência ao controle
ao longo da sua vida,
haverá um maior número de respostas 'sim'.


Que tal refletir com consciência sobre isso?



Sente-se confortavelmente em uma poltrona.

Feche gentilmente os olhos.

Se quiser poderá escutar uma música.

Coloque o foco da sua atenção na respiração
(dessa maneira o Ego cede espaço para
a manifestação do seu Eu Interior).



Sinta o ar entrar e sair dos pulmões.

Aos poucos vá se acalmando e relaxando.

Permaneça assim até encontrar o seu estado de paz interior.

E, só então prossiga com a reflexão.




Recorde-se de alguma situação, acontecimento ou fato
e de todas as pessoas envolvidas e suas reações,
de algo que você quer controlar 
e que ainda está presente para você,
que incomoda você,
que tira o seu sossego, ou
que preocupa você...



Existe a possibilidade de olhar esse controle
por outra perspetiva,
uma possibilidade de elevar-se acima 
dos acontecimentos que o fizeram 
e continuam a fazer você sofrer. 



Você tem agora a possibilidade de olhar para si 
como um agente do seu presente e do seu futuro,
perceber o quanto querer controlar o(a) tem afetado, 
e decidir não deixar que isso se perpetue. 


Você tem a possibilidade de lidar 
com o querer controlar tudo e todos de outra maneira, 
desapegar-se deste padrão, 
aproveitar a sua experiência 
e criar uma mudança através das lições que aprendeu.




Observe internamente:

Os sentimentos e emoções relacionados à situação.


Os pensamentos relacionados à situação.

As atitudes relacionadas à situação.


É importante reconhecer que é controlador,

depois aceitar que foi assim até agora
e que à partir de agora,
através da consciência,
já é possível ir pouco a pouco
alterando esse padrão de comportamento
que faz você e também ou outros sofrerem.


São três passos:


1. reconhecer,


2. aceitar e acolher,
para, então,

3. poder transformar!




Não se oprima!

Não se critique!

Não se julgue!



E também...


Não oprima outras pessoas!

Não critique outras pessoas!

Não julgue outras pessoas!

Não controle tudo e todos!



Respire... e deixe ir...



Confie no fluxo natural da vida!


Esse exercício é libertador!


Experimente!



Entre em contato com seu Ser Interno
e só observe a sua respiração

Deixe o ar entrar e sair dos pulmões.


Concentre-se na sua respiração!

Na inspiração e na expiração...

Calma e tranquilamente.



Reverencie esse acontecimento ou situação e
também todas as pessoas envolvidas.


Agradeça pelo aprendizado e
pela possibilidade de tomar Consciência
e de poder transformar
uma experiência negativa
em um aprendizado positivo,
no seu processo evolutivo.


E que agora, você pode superar as suas limitações,
e transformá-las em potenciais.



Respire... e deixe ir...


Observe a sua respiração,
o silêncio,
o seu estado interior de paz,
a sua conexão consigo mesmo,
o seu estado de paz e silêncio interno.



Observe você no Aqui e Agora,
neste instante,
neste minuto,
neste segundo.


Um segundo atrás já é passado
e um segundo a frente será futuro!


E tudo segue um fluxo...


O seu passado e todos os acontecimentos
foram um portal,
que conduziu você
para o lugar que você está agora.


Viva a sua vida
com paz de espírito,
harmonia e bem-estar!


Gratidão por Você Consciente!


E deixe a vida fluir 
e flua com a vida!


Confie no fluxo da vida!




Por Sandrah Belleza Novelli





Acesse também:





































































































TERAPEUTA DE FREQUÊNCIA VIBRACIONAL






 +55 (11) 964-311-500 Tim / WhatsApp 



 Estou à disposição para atender você! 

 Aguardo o seu contato. 

 Com carinho,
Sandrah