ACESSE AQUI INFORMAÇÕES SOBRE O MEU TRABALHO E SESSÕES DE ATENDIMENTO TERAPÊUTICO

Mostrando postagens com marcador Compartilhar e Companheirismo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Compartilhar e Companheirismo. Mostrar todas as postagens

Despertar e Expansão da Consciência IX / Bem-estar através da Consciência










Despertar e Expansão da Consciência IX



Relacionamentos


Como é o seu relacionamento?


Você quer viver um relacionamento feliz?


Você quer viver um relacionamento com harmonia?


Se você tem uma vida amorosa cheia de altos e baixos,

talvez seja interessante
você fazer esse trabalho terapêutico de
Integração entre o Feminino e Masculino e
Reencontro com a Criança Interior.

Essa nova proposta de atendimento terapêutico surgiu,

justamente no momento
em que eu observei padrões repetitivos dos meus clientes.

Pense à respeito!



Seja feliz!

Fique em paz!

Viva com consciência!



Estou à disposição para atender você.



TERAPEUTA DE FREQUÊNCIA VIBRACIONAL






+55 (11) 9-6431-1500 Tim / WhatsApp




Atendimento Terapêutico
Integração entre o Feminino e Masculino e
Reencontro com a Criança Interior ®
( Parte I )





Com carinho,
Sandrah





Bem-estar através da Consciência / IV Jornada da Consciência









BEM-ESTAR ATRAVÉS DA CONSCIÊNCIA



JORNADA DA CONSCIÊNCIA IV




Compartilhar


O que você compartilhou hoje com outras pessoas ao seu redor?

Conhecimento, simpatia, amor, alimento ou um simples olhar?

O que você sente internamente por não compartilhar?

Você se reconhece egoísta, indiferente, acanhado(a), despreparado(a),
ou nunca havia pensado sobre isso...?

Qual é o seu verdadeiro sentimento a respeito?

E... o que você sentiu ao compartilhar algo com alguém:
um objeto, um sentimento, uma emoção, um conhecimento,
um gesto, uma atitude, uma ajuda, etc. ?

Como você vibrou internamente com essa partilha?

Qual o sentimento que reverberou em você? Paz? Amor? Alegria? Esperança?

Experimente o compartilhar...



Boa viagem ao autoconhecimento!







TERAPEUTA DE FREQUÊNCIA VIBRACIONAL






 +55 (11) 964-311-500 Tim / WhatsApp 



 Estou à disposição para atender você! 

 Aguardo o seu contato. 

 Com carinho,
Sandrah








Meditação para receber o Novo Amor em sua Vida











"Não procures alguém que te complete.
Completa-te a ti mesmo e procures alguém
que te transborde."

Clarice Lispector




"Dê a quem você ama:
asas para voar,
raízes para voltar e
motivos para ficar."

Dalai Lama



"Às vezes estamos sem rumo,
mas alguém entra em nossa vida
e se torna o nosso destino.
Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, 
e a solidão aperta nosso coração pela falta
de uma única pessoa."

Luiz Fernando Veríssimo



"O interesse pela inquietude e pela dúvida faz a diferença
porque prepara um indivíduo para
'aprender de todo o ser humano e de toda a oportunidade de vida'." 

Nilton Bonder






**********************************************

MEDITAÇÃO PARA RECEBER
O NOVO AMOR EM SUA VIDA





Você quer se preparar para receber
o novo amor em sua vida de braços abertos?


O novo pode nos assustar
porque trás mudança, inovação, novidade,
transformação, insegurança, desconfiança,
fragilidade, desconforto, desamparo,
e também assusta
porque tira você da sua 'zona de conforto'.


E pode vir acompanhado dos sentimentos de
medo, angústia, ansiedade,
desconfiança, insegurança...


Para experimentar algo novo
precisamos sair do equilíbrio
no qual nos encontramos e
conhecermos o movimento que o novo oferece,
como o movimento que fazemos
a cada passo que damos experimentando,
momentaneamente, a perda do equilíbrio,
para retomar o equilíbrio em instantes,
e, passo a passo, e assim por diante,
se desejarmos caminhar,
apesar de termos a opção de permanecermos no mesmo lugar.

E desta mesma forma agimos
em todos os campos de nossas vidas e no nosso dia a dia. 


O movimento é sempre bem vindo
mas temos uma certa resistência
para iniciar, para o inusitado,
para o desconhecido e para o não sabido,
mas em alguns momentos de nossa existência
precisamos tomar decisões que envolvem algo novo.

E se nos prepararmos para 'acolher' o novo que se apresenta,
teremos maiores chances de escolhas,
que podem até nos oferecer alternativas inesperadas,
inclusive para situações que podemos aparentemente
já estarmos familiarizados,
mas que sob outro ponto de vista
poderão se tornar surpreendentes, inusitadas,
reconfortantes, especiais e diferentes.


A angústia, a ansiedade, o medo e alguns outros sentimentos
diante do novo é algo que permeia o nosso existir,
no entanto quando buscamos maneiras
de suavizar esses sentimentos,
podemos ser capazes até de nos 'arriscar'
em situações que possam nos surpreender
e nos proporcionar novas e maravilhosas conquistas.


Aceite o novo,
acolha o novo,
se abra para o novo,
se liberte do 'velho' e
deixe o 'novo' fazer parte da sua vida!

A vitória sobre o medo
é a maior conquista que podemos empreender
durante nossa jornada evolutiva neste planeta.


Permanecer aberto
a cada dia, cada momento,
e tornar-se inocente como uma criança
é o caminho para mudar, transformar e viver!


Se o seu caso é o medo...
vamos tratar dele agora...


O medo é um sentimento que, com certeza, você já conhece.

Todos nós conhecemos!


O medo é uma sensação 
que proporciona um estado de alerta 
demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, 
geralmente por se sentir ameaçado, 
tanto física quanto emocionalmente. 

Pavor é a ênfase do medo.

O medo provoca reações químicas no corpo 
iniciada com a descarga de adrenalina 
no nosso organismo 
causando aceleração cardíaca,
contrações musculares,
sensação de paralisar 
e às vezes tremores. 


Medo é uma reação obtida 
a partir do contato com algum estímulo físico ou mental 
através de interpretação, imaginação ou crença 
que gera uma resposta de alerta no organismo. 

Esta reação inicial dispara uma resposta fisiológica 
no organismo 
que libera os hormônios do estresse 
 - adrenalina e cortisol - 
preparando o indivíduo para lutar ou fugir.


A resposta anterior ao medo é conhecida por ansiedade. 

Na ansiedade tememos antecipadamente 
o encontro com a situação ou o objeto 
que possa na nossa interpretação
 nos causar algum mal. 


Sendo assim, 
é possível se traçar uma escala de graus de medo, 
onde o máximo seria o pavor 
e o mínimo uma leve ansiedade.


O sentimento de medo é muitas vezes paralisante
nos impede de pensar ou agir diferente 
de como estamos acostumados a pensar ou agir
e se manifesta de inúmeras formas
e vão se transformando durante a nossa vida
desde a infância até a idade adulta e
desde os mais básicos até os mais complexos:

* medo de escuro,

* medo de cachorro,

* medo de trovão,

* medo de morrer,

* medo da solidão,

* medo de relacionamentos afetivos,

* medo de sucesso profissional,

* medo do fracasso profissional,

* medo de sair do controle,

* medo de se expor,

* medo de ser traído (a),

* medo de ser humilhado (a),

* medo de correr riscos,

* medo de estar errado,

* medo de sentir medo,

* medo do novo,

* medo de amar e de ser amado(a)!



Esses medos desencadeiam 
os nossos pensamentos mais destrutivos 
e evocam as nossas emoções mais tóxicas:
mágoa, desesperança, raiva, ódio, ciúme, tristeza...


E temos também o medo de não sermos amados
ou o medo de não sermos aceitos,
se mostrarmos o nosso eu verdadeiro:
o nosso Eu Luz e o nosso Eu Sombra.

O medo nos adverte
que se expressarmos o nosso eu autêntico
seremos rejeitados, abandonados ou excluídos.


Dominados pelo medo,
nos privamos do direito inato
de nos sentir bem com nós mesmos,
de dizer o que pensamos
ou de pedir ajuda quando precisamos,
ou de expressarmos o que sentimos,
ou de assumir riscos,
ou - e esse é o mais temido dos medos -
o medo de não sermos felizes...


Escondemos nossas fraquezas e nossas vulnerabilidades,
através do sentimento de medo,
porque cremos que se admitirmos o medo
ou o medo for exposto
nós seremos feridos.


Você associa o sentimento de medo a uma situação ou objeto
mas, na verdade, essa situação ou objeto só te ajudou 
para que esse sentimento de medo aflorasse.


O externo não é a fonte, 
porque a fonte está sempre dentro de você
- a fonte é interna.


E quanto ao novo amor em sua vida?


A atração que sentimos por outra pessoa
raramente é algo tão simples como pensamos
quando vivemos a fascinação inicial.

Podemos admirar o rosto bonito, o olhar expressivo,
o belo corpo ou o charme de alguém.
Podemos também ser cativados pelo senso de humor,
pela inteligência, pelo poder ou a autoconfiança dessa pessoa.


O que primeiro registramos desse relacionamento
é apenas a ponta de um enorme e complexo iceberg.


Você e o Novo Amor da sua Vida são dois seres distintos,
e cada um traz para o relacionamento
uma personalidade definida,
com suas particularidades, atributos e conflitos particulares.


Um novo relacionamento nasce da combinação alquímica
entre duas pessoas.

A alquimia do relacionamento pede
um processo de cumplicidades, afinidades, companheirismo,
respeito, admiração e também de transformação.


O relacionamento entre as pessoas
é bem mais enigmático
que a alquimia,
porque existe um profundo mistério
no âmago de cada relacionamento
que sempre complica as nossas tentativas de explicar
por que estamos com esta pessoa e não com aquela outra.

As pessoas são insubstituíveis porque são únicas.



E uma 'receitinha' básica para o amor pode ser assim:

Pegue os ingredientes fornecidos
por dois seres humanos distintos
e os misture na tigela de um relacionamento íntimo.

Bata-os bem e os exponha ao calor
- o calor do desejo sexual, das carências emocionais, 
dos conflitos internos, da troca intelectual,
dos desafios do tempo, das circunstâncias do dia a dia,
da idealização, das expectativas e da inspiração - e,
através de uma extraordinária alquimia,
essa receitinha cria um novo relacionamento,
com sua força de vida própria, seu caráter e personalidade,
sua própria visão e inteligência e sua própria identidade,
que é independente e distinta das identidades
das duas pessoas que a geraram.


Se essa receitinha de amor der certo,
na melhor das hipóteses,
cada uma das pessoas envolvidas
nesse relacionamento poderá crescer
e desabrochar por obra do
efeito transformador desse relacionamento,
quando se consegue extrair o melhor dos parceiros para
crescimento interior através da Consciência.
E na pior das hipóteses, se ao nos expressarmos,
os bloqueios se tornem intransponíveis.


Às vezes um par mal combinado, que sempre foi infeliz,
inexplicavelmente permanece junto a vida toda,
ao passo que outro que possui muito em comum,
no qual os parceiros são muito apegados,
é forçado por alguma circunstância a se separar,
apesar de seu desejo mútuo e sincero de preservar o vínculo.

E muitos relacionamentos fracassados se devem
a atos destrutivos e não intencionais ou conscientes
de ambos os envolvidos.




Observe se no seu relacionamento há:

* harmonia e compreensão instintiva um com o outro
ou atrito e contrariedades,

* essa pessoa personifica aquilo que mais precisamos
para a nossa evolução,

* a necessidade de ajustes e concessões a fim de
poderem se tornar um par afetivo
num nível mais profundo
(pode haver áreas em que vocês toquem
em questões inconscientes e explosivas um do outro,
provocando emoções e reações que surpreendem a ambos),

* identificação na visão inicial e
uma atração de temperamentos
que já encontraram em outros relacionamentos.
(isso é porque todos nós, instintivamente,
procuramos nos outros
aquilo que achamos que não há em nós
e se um relacionamento não consegue nos dar isso,
continuamos a procurar em outros relacionamentos
que vierem a acontecer em sequência
nas nossas vidas),

* uma interação química,
que pode afinal, se quiserem, moldar a ambos,

* uma sensação de segurança ou de ameaça,

* emoção e espírito de aventura e criatividade,

* o lado prático e o lado lúdico e romântico
nesse relacionamento,

* elementos imprevisíveis,

* contradições,

* compatibilidade de atração, desejos e afeto mútuo,

* admiração e respeito,

* prazer, sem se esforçar, em um relacionamento
em que cada um querer dar o melhor de si,

* um senso de diversão, aventura e esperança,

* vitalidade e inspiração no intercâmbio entre vocês,

* possibilidades futuras de expansão,

* entusiasmo,

* esforços, objetivos e sonhos em comum,

* afeto e generosidade,

* um vigor que ajuda a superar as decepções,

* originalidade e valorização de cada um
exatamente como se é,

* diálogos saudáveis e longas conversas sobre tudo,

* compaixão pelos defeitos e diferenças
e admiração pelos pontos fortes,

* uma dinâmica de aconchego e aproximação entre vocês,

* um mistério, gentilezas e surpresas,

* respeito e cortesia um com o outro,

* neste relacionamento um desafio
para entender melhor a si mesmo para bem-estar de ambos,

* profundidade e percepção,
alterando assim, às vezes,
a sua própria visão da vida, do amor
e do comportamento humano,

e...


* A m o r !




Para praticar esta meditação reflexiva 
é importante trazer do inconsciente para o consciente 
o fato de que você é a fonte 
de tudo o que projeta sobre acontecimentos ou situações
e circunstâncias do seu cotidiano.


E sempre que algo acontecer com você
e você manifestar esse sentimento de medo
no mesmo instante
respire... 
volte-se para dentro de si 
e busque a fonte de onde surgiu esse medo. 


Apenas por alguns instantes feche os olhos, 
volte-se para dentro de si mesmo 
e observe a fonte de onde esse medo está vindo.


De onde vem esse sentimento de medo de amar de novo?


Qual é o tipo de medo?

Rejeição?

Abandono?
Padrão repetitivo?
Outro... 


Vá para dentro de si mesmo. 

Tenha amor e acolhimento por você mesmo 
e descobrirá qual é a fonte de onde esse sentimento de medo 
está vindo neste momento. 


Sempre que isso acontecer,
respire várias vezes
até ir se acalmando,
e se conectando novamente com o seu centro de paz.



Observe internamente:

Os sentimentos e emoções que vem à tona.

As recordações, lembranças ou cenas 
já vividas anteriormente de rejeição, abandono ou
alguma outra experiência que você passou
e que lhe voltam à mente
ou padrões repetitivos que podem ser mudados agora.


Apenas respire... E deixe ir...


Reverencie esse acontecimento ou situação
e as pessoa envolvidas
pois lhe proporcionaram a chance 
de tomar consciência do seu medo
para poder transformá-lo!


Através da meditação reflexiva 
você percebe que o medo serve como sinal 
ou como fonte de informação, 
não para nos incapacitar, paralisar 
ou inibir nosso raciocínio, 
mas sim para trazer discernimento e clareza.


Você passa, 
então, 
a encarar com consciência 
aquilo que tem medo 
e que está impedindo de chegar onde deseja
e de receber de braços abertos
o novo amor em sua vida.


Transforme esse sentimento de medo de amar
por rejeição, abandono, padrão repetitivo,
ou seja lá o que for,
em energia criativa,
em algo que te impulsione para que algo bom 
possa se manifestar em sua vida.

Abra-se para o novo amor em sua vida!


Novo Amor... seja bem-vindo em minha vida!



Por Sandrah Belleza Novelli




Acesse também:




Meditação para transformar o Medo









Meditação para 'fazer as pazes' com o Passado









Meditação para praticar o Desapego











Meditação para Consciência
de nossa Luz e de nossa Sombra













Meditação para viver no
Fluxo natural da Vida






http://www.sandrahbellezanovelli.com/2014/08/meditacao-para-viver-no-fluxo-natural.html







Meditação para encontrar
o Amor da sua Vida





http://www.sandrahbellezanovelli.com/2013/06/meditacao-para-encontrar-o-amor-da-sua.html











TERAPEUTA DE FREQUÊNCIA VIBRACIONAL






 +55 (11) 9-6431-1500 Tim / WhatsApp 



 Estou à disposição para atender você! 

 Aguardo o seu contato. 

 Com carinho,
Sandrah





Meditação para encontrar um novo Amor na sua Vida











"Não procures alguém que te complete.
Completa-te a ti mesmo e
procures alguém que te transborde."

Clarisse Lispector



"Com o tempo, você vai percebendo 
que para ser feliz com uma outra pessoa, 
você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também 
que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) 
e que não quer nada com você, 
definitivamente não é o alguém da sua vida.
Você aprende a gostar de você, 
a cuidar de você e, principalmente, 
a gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas... 
é cuidar do jardim para que elas venham até você.
No final das contas, 
você vai achar não quem você estava procurando, 
mas quem estava procurando por você!"

Mario Quintana



"As mais lindas palavras de amor 
são ditas no silêncio de um olhar."

Leonardo da Vinci







****************************************

MEDITAÇÃO PARA ENCONTRAR
UM NOVO AMOR NA SUA VIDA




Você quer encontrar
o Amor da sua Vida?


Seja você Homem ou Mulher:
para encontrar o verdadeiro amor,
o seu amor companheiro (a),
o seu amor de alma,
aquele amor que você sonha desde sempre...

Onde há respeito, cumplicidade, amizade,
companheirismo, afinidades, admiração e amor de alma,
aquele com quem você sente paz, equilíbrio e harmonia,
aquele com quem você tem vontade de ficar sempre junto,
de beijar, de abraçar, de se enroscar...
então, vamos dar boas vindas a esse amor!


O Amor... 


Este é um dos temas que sempre 
despertou interesse nas pessoas. 


O amor pode ser considerado uma arte

e como toda arte precisa ser trabalhado, 
exigindo prática e concentração, 
além de maturidade, 
desenvolvimento de personalidade,
e num estágio mais avançado
e mais altruísta
a capacidade de amar ao próximo.


É importante salientar

que o amor não é obra do acaso, 
que o amor não é sorte e
que o amor também não é 
uma simples sensação agradável.


E existem diferentes tipos de amor como:


o amor romântico, 
o amor fraternal, 
o amor paterno,
 o amor materno, 
o amor sensual, 
o amor próprio 
e o amor de Deus.



O que existe de substancial na arte de amar 

é a relação de troca, 
na qual duas pessoas trocam um sentimento
que pode ser equânime e recíproco.


Os estágios para a arte de amar

começam com apaixonar-se, 
e, depois, em amor propriamente dito
e depois quando se permanece amando.


Estudiosos da arte de amar já a descreveram

como a necessidade do homem 
de realizar uma união com outras pessoas, 
como uma tentativa de fugir 
do pânico do isolamento e da solidão, 
ou de transcender a própria vida individual 
e até de encontrar sintonia.


Na arte do amor ocorre o paradoxo 

de que dois seres sejam um, 
e, contudo, permaneçam dois. 


Existem duas maneiras de enxergar o amor:


Algumas pessoas vêem o amor 
como um sacrifício ou como um abandono 
e se recusam a partilha-lo, 
enquanto outras enxergam 
como algo que é melhor dar do que receber
e em uma experiência elevada e altruísta 
onde essa sensação preenche o Ser de imensa alegria.


Para a arte de amar é preciso responsabilidade 

e entendimento de si mesmo 
para, então, entender o outro.

Porque além de amar ser uma experiência pessoal 
que cada qual só pode ter por si mesmo e para si mesmo
 antes de poder amar o outro.

Preste atenção a isso: 
é preciso antes amar a si mesmo
para ser possível, então, amar o outro.


Amores podem ser...


Eternos enquanto durem,
 bravios, gigantescos, descomunais, profundos,
verdadeiros, eternos, transitórios, infinitos,
de outras vidas, de muitas vidas, sinceros, 
cheios de entrega, doação e dádiva,
belos, apaixonados, incríveis, avassaladores,
almas gêmeas, platônico, singelo, cordial,
tratados com carinho, cuidado e atenção...


Amores devem ser levados com arte 

e ternura de mãos jardineiras,
onde o ser amado é tratado como uma semente
que precisa ser cultivada e cuidada para florescer,
retirando as ervas daninhas, 
tomando sol e chuva,
e se fortalecendo com as intempéries,
podado na época para um crescimento mais uniforme,
saudável, alegre e feliz!


E, para que essa arte de amar seja ameaçada, 

apenas e tão somente, 
é preciso enveredar pelos caminhos...
das cobranças, das exigências, das rotinas sem graça,
dos descuidos, das reclamações, das desconfianças,
das acusações, dos desconfortos, dos julgamentos,
das faltas de compreensão, das críticas,
das carências afetivas em esperar do outro
o que não se tem por si mesmo, dos ciúmes,
das necessidades individuais em detrimento da harmonia,
das solicitações ininterruptas mais do que oferecem,
 das razões, das reivindicações, e de tantos descompassos...


Você tem certeza que está em harmonia

na arte de amar?


Então...




Jogue para o alto todos os subterfúgios, as jogadas, 

os estratagemas, os golpes, as espertezas, 
as atitudes descabidas, as dissimulações,
as angústias, as passagens e acontecimentos do passado,
as desilusões, as tristezas, os medos, os apegos...


E não teorize mais sobre o amor...



Viva o amor !!!



Com amor, alegria, cumplicidade,

respeito, responsabilidade, carinho,
delicadeza, apoio, incentivo,
compreensão, elogios, conquistas,
oportunidades, suavidade, conversas,
presentes, graciosidade, gentileza, 
amizade, sorrisos, gargalhadas,
expressão dos sentimentos, beleza,
bom humor, sabedoria, paixão,
carícias, gestos, delicadezas,
surpresas, olhares, atenção,
sinceridade, coração, verdade...


E com a arte de amar viva com a felicidade.




Essa meditação pode auxiliar você!


Esse Amor...
só vai encontrar você,
de verdade,
o dia que você conseguir encontrar em si mesmo
o equilíbrio harmonioso
entre o seu lado masculino e o seu lado feminino,
entre a sua luz e a sua sombra,
entre você personalidade e alma 
e entre você Ser interior e ego.

Pense nisso...

E, então, o Amor... encontrará você!




Vamos começar...


Sente-se confortavelmente em uma poltrona.

Respire suavemente e vá se conectando com seu centro de paz.

Se quiser poderá escutar uma música.

Coloque o foco da sua atenção na respiração
(dessa maneira o Ego cede espaço para
a manifestação do seu Eu Interior).


Aos poucos comece a respirar em conexão
com o seu coração.

E sinta... as batidas do coração.

A inspiração...

E a expiração...

O ar entrando e saindo dos pulmões.

Se conecte com o seu centro de paz.

Sinta o seu centro de paz.

Respire em seu centro de paz.



Se vierem pensamentos...

Apenas deixe ir...

Respire... E deixe ir...



E a pergunta que temos que fazer é:

Eu sinto admiração,
respeito,
amor...
e inúmeras qualidades positivas
( liste de 50 a 100 qualidades )
por mim mesmo (a)?


Sim?

Ótimo!



Não?

Então vamos equilibrar a chama trina do coração,
para resgatar a auto estima
e ficar em harmonia consigo mesmo (a)
e receptivo (a) ao amor!


Nesse lugar: no seu coração, no seu centro de paz.

Sinta as três chamas do coração
- a chama trina -.

Através da respiração
entre em contato com a:

* Luz Rosa - o Amor,
* Luz Amarelo Dourada - a Sabedoria, e
* Luz Azul - o Poder, o Potencial Interior.



Respire e sinta as três chamas:

o amor por si mesmo,
a sua sabedoria inata e
o seu poder, o seu potencial interior.


Com a respiração, e com a prática
desta meditação
( que deve ser feita diariamente ),
as três luzes ficam em harmonia de tamanho
e flamejando em equilíbrio.



Tome consciência de qual das chamas você
tem mais dificuldade para harmonizar e equilibrar:

É o amor por si mesmo?
É a sua sabedoria inata?
É o seu poder, o seu potencial interior?


E... também...


Tome consciência de qual das chamas você
tem mais facilidade para harmonizar e equilibrar

É o amor por si mesmo?
É a sua sabedoria inata?
É o seu poder, o seu potencial interior?


Respire...


Sinta-se em equilíbrio e harmonia consigo mesmo,
com o amor por si mesmo,
com a sua sabedoria inata
e com o seu poder, o seu potencial interior.


Boa meditação!

Bom encontro com o Amor da sua Vida!

Você com você mesmo (a)...

E, então, com outro alguém!



Viva o Amor !!!


Eu dou boas vindas para o Amor em minha vida!



Desejo de coração
que você encontre em breve
o novo amor da sua vida!

Amor... seja muito bem-vindo!



Por Sandrah Belleza Novelli







Acesse também:




Atendimento Terapêutico

Integração entre Feminino e Masculino
e Reencontro com a Criança Interior








Meditação para Consciência
de nossa Luz e de nossa Sombra














TERAPEUTA DE FREQUÊNCIA VIBRACIONAL






 +55 (11) 9-6431-1500 Tim / WhatsApp 



 Estou à disposição para atender você! 

 Aguardo o seu contato. 

 Com carinho,
Sandrah