ACESSE AQUI INFORMAÇÕES SOBRE O MEU TRABALHO E SESSÕES DE ATENDIMENTO TERAPÊUTICO

Mostrando postagens com marcador Máscaras. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Máscaras. Mostrar todas as postagens

Reflexão e Consciência para conhecer as suas Máscaras










"Torna-te quem és."

Friedrich Nietzsche



"Uma velha lenda hindu conta que, numa época imemorial,
todos os homens da Terra eram deuses,
mas os homens pecaram e abusaram tanto do Divino,
e que Brahma - o deus de todos os deuses -  decidiu que
a divindade fosse retirada dos homens e escondida em algum lugar
onde só fosse encontrada quando os homens reconhecessem a verdadeira divindade.
Um dos deuses disse: "Então vamos enterrá-la profundamente na terra".
Brahma replicou: "Não o homem pode escavar a terra até encontrá-lo".
Outro deus disse: "Então, vamos jogá-lo no oceano mais profundo".
Brahma não concordou: "Não, o homem aprenderá a mergulhar e um dia vai encontrá-la".
Um terceiro deus sugeriu: "Por que não escondê-la na montanha mais alta?"
Brahma então disse: "Não, o homem pode escalá-la. Tenho um lugar melhor.
Vamos escondê-la no interior do próprio homem. Ele nunca vai pensar em procurá-la lá".






*********************************

REFLEXÃO E CONSCIÊNCIA
PARA CONHECER AS SUAS MÁSCARAS





Todos nós usamos máscaras para vivermos em sociedade.

Você conhece a sua ?


O termo persona é derivado da palavra latina
equivalente a máscara.

Persona é o arquétipo associado ao comportamento humano
de contato com o mundo exterior,
necessário à adaptação do indivíduo
às exigências do meio social onde vive.

É a maneira que cada um de nós se mostra ao mundo,
o caráter que assumimos para viver no mundo
e através dela nos relacionamos com os outros.

A persona inclui também
os diversos papéis sociais que desempenhamos
- na família, no trabalho, etc, -
o estilo de roupas que usamos,
o nosso modo de viver e
o estilo de expressão pessoal.



E, como tudo, possui dois aspectos:
um positivo e outro negativo.

O aspecto positivo está associado à possibilidade de adaptação
de cada pessoa ao seu meio social.

A persona ou a máscara é uma necessidade
tanto para proteger nossa intimidade
contra a intrusão do mundo exterior
quanto para nos adaptarmos ao mundo exterior.

Esta máscara que todos nós utilizamos
nos transforma de personagens individuais,
em personagens coletivos,
pois assim conseguimos corresponder
às exigências e opiniões do mundo ao nosso redor
e das outras pessoas que nos cercam. 



A máscara ou a persona se diferencia do ego
assumindo um caráter complexo
com nossos papéis na família,
na empresa em que trabalhamos,
em nosso convívio social, etc.

Situações cotidianas diferentes requerem atitudes distintas.


O desenvolvimento adequado da máscara ou da persona
possibilita que o ego
experimente o mundo de uma forma saudável.


É importante observar que a máscara ou a persona é
um veículo para a transformação do ego,
de inconsciente em consciente,
ou seja,
o conteúdo inconsciente pode ser,
primeiramente, vivenciado através de um papel
e, mais tarde, integrado ao ego
como parte de sua identidade funcional.


Também é importante termos ciência
de que desenvolver as máscaras e as personas
é fundamental para a nossa saúde mental.



E o aspecto negativo da máscara ou da persona surge
quando o 'Eu' se identifica demasiadamente com a persona,
fazendo com que a pessoa se distancie e
muitas vezes até desconheça sua alma, sua essência
e o seu verdadeiro 'Eu', e
ocorre quando a pessoa é dominada por sua persona,
abafando ou camuflando a verdadeira pessoa
por trás da máscara, com tendência a viver
e a se ver apenas nos termos superficiais
de seus papéis sociais e 'de fachada'.





Que tal uma reflexão com consciência sobre:


 A máscara certa para o momento certo: você conhece a sua ?

Como você se defende?

Que máscara você usa?

Você tem consciência da(s) máscara(s) que usa?



Observe que os mecanismos de defesa não curam.

Esses mecanismos, na melhor das hipóteses,
são somente curativos emocionais temporários
que você põe sobre os ferimentos,
como um paliativo para estancar o fluxo do medo e/ou da dor,
da mesma maneira que fazemos
com os ferimentos físicos,
e, consequentemente,
mais cedo ou mais tarde,
você precisa tirar os curativos
para que a cura total e efetiva aconteça,
pois se isso não for feito de maneira adequada
o ferimento pode infeccionar e a dor se espalhar.


Então,
como e quando acontece a cura?


A cura costuma começar
em uma primeira etapa
com o reconhecimento de mecanismos de defesa como:

* o medo,

* a fuga,

* a negação,

* a repressão,

* a raiva,

* o controle,

* os vícios (abuso de substâncias, distúrbios alimentares, etc.)
e depois, em uma segunda etapa, com a transformação
dos aspectos limitadores em aspectos de crescimento
e evolução através da consciência.



As defesas podem vir, aparentemente,
a garantir
um certo espaço
por um determinado tempo
mas não o curam,
não o fortalecem e
não resolvem os seus problemas,
podem, sobretudo, aumentar seus problemas,
caso você insista em permanecer com eles.

Um mecanismo de defesa pode proteger você
de uma forma excessiva, ou seja,
medo em demasia,
dor em demais,
tristeza em demasia,
estresse em demasia,
também,
amor em demasia,
alegria em demasia,
criatividade em demasia.

Mecanismos de defesa são características do ego.

Quando você se defende,
na verdade é o seu ego se defendendo,
defendendo uma estrutura, que mesmo ruim, já é conhecida.

E, assim, defendendo
os seus medos, as suas dores, os seus sofrimentos e
as suas fraquezas imaginárias.

Mas é bom observar que
tudo aquilo que você defende, ou teme,
ou tem medo, ou quer fugir, torna-se real,
ou seja, quanto mais você defende o seu ego,
mais você se identifica com ele e
mais se defende e esconde
da sua verdadeira essência.

Esse é o jogo de luz e sombra.

Dizer que as defesas o fortalecem é um mito.

Não é possível ficar na defensiva e ser livre.

Não é possível reprimir emoções e se sentir íntegro.

Não é possível erguer um muro à sua volta e se integrar a tudo.

Não é possível ficar ao lado do medo e
também ficar aberto ao amor.




Observe como é interessante:

Quando, através da consciência
e do auto conhecimento você reconhece,
acolhe, e então, pode transformar
as suas defesas
você abre, consequentemente, o caminho para a cura.

Ao contrário do que pode parecer,
não é o perigo que vem quando você abaixa suas armas.

É a cura.




A vontade é uma expressão direta da nossa essência,
aquela vontade mais profunda no nosso Ser.


Libertando a vontade do 'self' ( = essência ),
ganhamos a liberdade de escolha,
a responsabilidade pessoal,
o poder de decisão sobre nossas ações
e a possibilidade de controlar ativamente
e dirigir as muitas funções da personalidade.


Deste modo,
somos liberados da reação inútil 
aos nossos impulsos internos não desejados
e às expectativas dos outros.


Nós nos tornamos verdadeiramente "centrados" e,
gradualmente,
ficamos capazes de seguir um caminho que está conforme
com o que é melhor dentro de cada um de nós.


No nível mais alto do desenvolvimento da vontade,
procuramos alinhar nossa vontade pessoal 
com uma vontade mais universal,
aumentando assim a capacidade de servir as forças de evolução
e de encontrar um significado
e um propósito mais profundos em nossas vidas pessoais 
e em nossas tarefas sociais,
e a capacidade de funcionar de maneira mais eficiente 
e mais serena no mundo,
num espírito de cooperação e boa vontade.


Essa reflexão ou estado meditativo
proporciona, com a prática,
estarmos em conexão com a nossa Essência,
sem ênfase para as máscaras ou as personas.



Vamos começar?


Sente-se confortavelmente em uma poltrona.

Respire suavemente e vá se conectando com seu centro de paz.

Se quiser poderá escutar uma música.

Coloque o foco da sua atenção na respiração
(dessa maneira o Ego cede espaço para
a manifestação do seu Eu Interior).


Aos poucos comece a respirar
com sua atenção no coração.

E sinta... as batidas do coração.

A inspiração...

E a expiração...

O ar entrando e saindo dos pulmões.

Se conecte com o seu centro de paz.

Sinta o seu centro de paz.

Respire em seu centro de paz.


Se vierem pensamentos...

Respire... E deixe ir...


Nesse lugar: no seu coração, no seu centro de paz.

Sinta as três chamas do coração
- a chama trina -
e através da respiração
entre em contato com a


* luz rosa - o Amor,
* luz amarelo dourada - a Sabedoria, e
* luz azul - o Poder, o Potencial Interior.


Respire e sinta as três chamas: 
o amor por si mesmo,
a sua sabedoria inata e
o seu poder, o seu potencial interior.


Com a respiração e com a prática
as três luzes ficam em harmonia de tamanho
e flamejando em equilíbrio.


Tome consciência de qual das chamas você 
tem mais dificuldade para harmonizar e equilibrar:

É o amor por si mesmo?
É a sua sabedoria inata?
É o seu poder, o seu potencial interior?


E... também...


Tome consciência de qual das chamas você
tem mais facilidade para harmonizar e equilibrar

É o amor por si mesmo?
É a sua sabedoria inata?
É o seu poder, o seu potencial interior?


Respire...


Sinta-se em equilíbrio e harmonia consigo mesmo,
com o amor por si mesmo,
com a sua sabedoria inata
e com o seu poder, o seu potencial interior.


Fique em paz!


Por Sandrah Belleza Novelli





Acesse também:




Reflexão e Consciência 
de nossa Luz e de nossa Sombra








Reflexão para intensificar a Consciência
de nossa Luz e de nossa Sombra








Reflexão e Consciência para praticar o Desapego








Reflexão e Consciência
para curar Traumas de Infância








Reflexão e Consciência para compreender
Imaginação e Realidade no Cérebro








Reflexão e Consciência para reavaliar a Culpa








Reflexão e Consciência para compreender
a sua Percepção da Linha do Tempo:
Passado, Presente e Futuro








Reflexão e Consciência para Se Libertar do Controle
e de Querer Controlar








Reflexão e Consciência
para identificar os Arquétipos em Você








Reflexão e Consciência
para identificar os Múltiplos tipos de Inteligência








Reflexão e Consciência para
transformar a Inveja








Reflexão e Consciência para equilibrar Luz e Sombra
 nos Desafios e Oportunidades da Vida








Reflexão e Consciência para Autoestima








Reflexão e Consciência para curar Depressão








Reflexão e Consciência
para conhecer a sua Sombra e
trilhar o Caminho de Transformação








Reflexão e Consciência para transformar
Pensamento Negativo em Pensamento Positivo








Reflexão e Consciência para exercitar
a Calma e a Paciência








Reflexão e Consciência para fazer conexão
 com a Frequência Vibracional da Gratidão








Reflexão e Consciência
para encontrar o Amor da sua Vida








Reflexão e Consciência
para Sustentabilidade do Ser Integral








Reflexão e Consciência
para usufruir de Qualidade de Vida








Reflexão e Consciência para escolher
entre o Medo e o Amor








Reflexão e Consciência
para programar mentalmente o seu Dia de Amanhã









Reflexão e Consciência
para transformar o Medo
em algo positivo para você









Reflexão e Consciência
para Ser e Estar Humano nesta Existência









Reflexão e Consciência
para programar mentalmente
o seu Dia de Amanhã








Reflexão e Consciência
para fazer conexão com a Compaixão









Reflexão e Consciência para apreciar e
viver inspirado pelo Ritmo da Natureza








Reflexão e Consciência
para acessar o Templo Interior








Reflexão e Consciência
para equilíbrio entre Razão e Emoção,
Cérebro e Coração









Reflexão e Consciência para vibrar no mundo com Autoestima








Reflexão e Consciência
para entrar em conexão com o Fluxo Natural da Vida








Reflexão e Consciência
para Equilíbrio com os 5 Elementos:
Madeira, Fogo, Metal, Água, Terra








Reflexão e Consciência para equilibrar
os 7 Chacras ou Chakras












TERAPEUTA DE FREQUÊNCIA VIBRACIONAL






 +55 (11) 964-311-500 Tim / WhatsApp 



 Estou à disposição para atender você! 

 Aguardo o seu contato. 

 Com carinho,
Sandrah