ACESSE AQUI INFORMAÇÕES SOBRE O MEU TRABALHO E SESSÕES DE ATENDIMENTO TERAPÊUTICO

Mostrando postagens com marcador Perfeição. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Perfeição. Mostrar todas as postagens

Reflexão e Consciência para Se Libertar do Controle e de Querer Controlar









"Não se preocupe,
não tenha pressa.
O que é seu encontrará um caminho
para chegar até você.
Deus não demora,
Ele capricha."

Caio Fernando Abreu



"Calma... Deixa fluir...
Porque o que realmente vale a pena
ainda está por vir."

Autor Desconhecido



"Nada é mais eficaz do que 
inspirar e expirar lenta e profundamente
para administrar algo que você não pode controlar
e, a seguir, se concentrar naquilo que está bem na sua frente."

Oprah Winfrey





**************************************************

REFLEXÃO E CONSCIÊNCIA 
PARA SE LIBERTAR DO CONTROLE
E DE QUERER CONTROLAR






Você é uma pessoa controladora?


Você quer saber porque eu estou perguntando?


Que bom!


Então você quer controlar?


Assim...



Já está respondido!





Normalmente a pessoa controladora sofre!

E sofre muito...


Por que?


Porque ela quer controlar tudo e todos!


Mas... 
ela não consegue controlar nada!

Na verdade, nem a si mesma!





Então...



Vamos começar por aí: 
por você!




Observe com atenção:

* Você quer controlar as outras pessoas?

* Você quer controlar o tempo?

* Você quer controlar o roteiro da sua vida?

* Você quer controlar o roteiro da vida
das outras pessoas que convivem com você?

* Você sente uma angústia quando
percebe que as coisas estão
fora do seu controle?

* Você sente ansiedade quando

não está no controle ou
percebe que as pessoas, as coisas
e tudo ao seu redor
está escorrendo como grãos de areia
por entre os dedos?

* Você quer controlar tudo e todos
mas ao mesmo tempo se sente sobrecarregado (a)?

* Você tem o hábito de controlar,

fiscalizar, monitorar, espiar, xeretar,
indagar, investigar, sondar, interrogar,
espreitar, escarafunchar
tudo e todos ao seu redor?

* Você quer controlar tudo e todos
mas na verdade percebe 
que não consegue controlar nada
e isso lhe causa raiva e frustração?

* Você gosta de fazer tudo do seu jeito,

na hora que você escolhe e determina e
não aprecia contestações das outras pessoas?

* Você identifica algum padrão negativo repetitivo familiar

e que você repete sem ter consciência,
como por exemplo,
quando seu pai ou sua mãe tem a tendência a
esse comportamento controlador?

* Você costuma julgar que sabe tudo

e o tempo todo?

* Você tem dificuldade em admitir um erro?


* Você costuma ser uma pessoa mal humorada?


* Você costuma dar 'chiliques', ter 'piti',

fazer 'um show' particular ou em público,
chorar, gritar, esbravejar,
quando sente que as pessoas estão saindo
do seu controle?

* Você tem dificuldade de pedir desculpas?

* Você tem uma certa convicção
de que sabe tudo o que o outro pensa e sente?

* Você tem sentimentos como falta de confiança,

falta de fé, falta de segurança,
falta de tolerância, falta de paciência?

* Você tem consciência do seu ego,

e de que ele pode trabalhar contra ou à favor?

* Você se utiliza de técnicas para controlar

as outras pessoas, tais como:
manipulação, chantagem emocional,
conquistador(a), sedutor(a), acusador(a),
crítico(a), vitimismo, coitadinho(a)?


* Você utiliza no seu dia a dia:


* expressões de comando, como:
'faça ou não faça isso',

* expressões impositivas, como:
'você precisa fazer assim ou assado',
'você tem que...',

* expressões manipulativas, como:
'certamente você vai concordar comigo que...',

* expressões que decidem ou determinam pelo outro, como:
'você tem que fazer assim',
'é melhor você proceder de tal maneira', ou

expressões de chantagem, como:
'se você for embora...',
'se você não fizer isso para mim...'?


* Você normalmente perde a calma

quando alguém o(a) está desafiando
quanto ao seu controle?

* Você gosta de controlar as outras pessoas
mas não aprecia muito quando os outros
querem fazer isso com você?

* Você tem dificuldade com palavras,

expressões ou verbos,
tais como:
aceitação, destino, sensibilidade,
mandão ou mandona, chefe, autoridade,
respeito, compreensão, tranquilidade,
fluir, caminhar, viver a vida?

* Você tem muita dificuldade

em aceitar a palavra 'não',
uma recusa, uma negativa,
uma opinião diferente ou oposta à sua?

* Você não confia no fluxo natural da vida?




Conforme o seu grau progressivo de

tendência ao controle
ao longo da sua vida,
haverá um maior número de respostas 'sim'.


Que tal refletir com consciência sobre isso?



Sente-se confortavelmente em uma poltrona.

Feche gentilmente os olhos.

Se quiser poderá escutar uma música.

Coloque o foco da sua atenção na respiração
(dessa maneira o Ego cede espaço para
a manifestação do seu Eu Interior).



Sinta o ar entrar e sair dos pulmões.

Aos poucos vá se acalmando e relaxando.

Permaneça assim até encontrar o seu estado de paz interior.

E, só então prossiga com a reflexão.




Recorde-se de alguma situação, acontecimento ou fato
e de todas as pessoas envolvidas e suas reações,
de algo que você quer controlar 
e que ainda está presente para você,
que incomoda você,
que tira o seu sossego, ou
que preocupa você...



Existe a possibilidade de olhar esse controle
por outra perspetiva,
uma possibilidade de elevar-se acima 
dos acontecimentos que o fizeram 
e continuam a fazer você sofrer. 



Você tem agora a possibilidade de olhar para si 
como um agente do seu presente e do seu futuro,
perceber o quanto querer controlar o(a) tem afetado, 
e decidir não deixar que isso se perpetue. 


Você tem a possibilidade de lidar 
com o querer controlar tudo e todos de outra maneira, 
desapegar-se deste padrão, 
aproveitar a sua experiência 
e criar uma mudança através das lições que aprendeu.




Observe internamente:

Os sentimentos e emoções relacionados à situação.


Os pensamentos relacionados à situação.

As atitudes relacionadas à situação.


É importante reconhecer que é controlador,

depois aceitar que foi assim até agora
e que à partir de agora,
através da consciência,
já é possível ir pouco a pouco
alterando esse padrão de comportamento
que faz você e também ou outros sofrerem.


São três passos:


1. reconhecer,


2. aceitar e acolher,
para, então,

3. poder transformar!




Não se oprima!

Não se critique!

Não se julgue!



E também...


Não oprima outras pessoas!

Não critique outras pessoas!

Não julgue outras pessoas!

Não controle tudo e todos!



Respire... e deixe ir...



Confie no fluxo natural da vida!


Esse exercício é libertador!


Experimente!



Entre em contato com seu Ser Interno
e só observe a sua respiração

Deixe o ar entrar e sair dos pulmões.


Concentre-se na sua respiração!

Na inspiração e na expiração...

Calma e tranquilamente.



Reverencie esse acontecimento ou situação e
também todas as pessoas envolvidas.


Agradeça pelo aprendizado e
pela possibilidade de tomar Consciência
e de poder transformar
uma experiência negativa
em um aprendizado positivo,
no seu processo evolutivo.


E que agora, você pode superar as suas limitações,
e transformá-las em potenciais.



Respire... e deixe ir...


Observe a sua respiração,
o silêncio,
o seu estado interior de paz,
a sua conexão consigo mesmo,
o seu estado de paz e silêncio interno.



Observe você no Aqui e Agora,
neste instante,
neste minuto,
neste segundo.


Um segundo atrás já é passado
e um segundo a frente será futuro!


E tudo segue um fluxo...


O seu passado e todos os acontecimentos
foram um portal,
que conduziu você
para o lugar que você está agora.


Viva a sua vida
com paz de espírito,
harmonia e bem-estar!


Gratidão por Você Consciente!


E deixe a vida fluir 
e flua com a vida!


Confie no fluxo da vida!




Por Sandrah Belleza Novelli





Acesse também:





































































































TERAPEUTA DE FREQUÊNCIA VIBRACIONAL






 +55 (11) 964-311-500 Tim / WhatsApp 



 Estou à disposição para atender você! 

 Aguardo o seu contato. 

 Com carinho,
Sandrah





Reflexão e Consciência para curar Depressão











"Não estás deprimido, estás distraído, 
distraído em relação à vida que te preenche. 
Distraído em relação à vida que te rodeia: 
golfinhos, bosques, mares, montanhas, rios. (...)

No estás deprimido, estás distraído, 
distraído de la vida que puebla. 
Distraído de la vida que te rodea: 
delfines, bosques, mares, montañas, ríos. (...)"

Fecundo Cabral






***********************************************

REFLEXÃO E CONSCIÊNCIA
PARA CURAR DEPRESSÃO




A depressão é uma de nossas válvulas de escape,
um 'lugar' que vamos vez ou outra,
para nos liberarmos quando estamos muito esgotados...


E quando estamos com aquela vontade
de gritar bem alto:

'Chegaaaaaaaaa!'


Pois é...


Mas, cuidado!


Porque se você optar por continuar deprimido,
por ser essa uma forma de fugir ou evitar solucionar
aquele problema pendente 
que preocupa você,
ou que você tem medo,
ou que te causa certa aflição e desconforto...
e que você vem adiando há tempos,
é bom observar!


Quase sempre corremos para essa situação inconscientemente....

É o seu caso?


Atenção!


Se sua depressão não for física, patológica ou hormonal...


Bastante atenção!


Vamos fazer uma reflexão com consciência
sobre a depressão?


O que você acha ser depressão pode ser:
angústia,
culpa,
ansiedade,
auto sabotagem,
falta de confiança no fluxo da vida,
falta de auto estima...
ou simplesmente falta de paz no coração?



Você já visitou alguma vez
esse lugar de paz em você?

Em mim?

É!

Em você!

Porque não é um lugar fora de você
que vai te proporcionar viver a paz.

O que está fora é,
tão somente,
um reflexo do que está dentro.
Simples assim.



Que tal visitar esse local de paz em você?



Vamos lá...


Através da respiração consciente 
podemos descobrir o espaço interior,
o Ser Interior,
a conexão com a nossa alma, 
e alcançar confiança e bem-estar para seguir adiante
e solucionar seja qual for o problema 
ou situação preocupante do momento,
criando lacunas ou espaços no fluxo de pensamentos
para receber 'intuição' 
sobre o próximo e melhor passo a ser dado.


Essas lacunas ou espaços permitem que os pensamentos 
deixem de se tornar repetitivos ou desprovidos de inspiração. 


 Esses espaços não precisam ser longos, 
alguns segundos já são suficientes, 
e o mais importante é a frequência diária. 


 Tomar consciência da respiração 
e entrar em contato com o Ser Interior
faz com que a atenção se afaste do pensamento 
e isso produz um espaço. 

É uma maneira de gerar consciência! 

Tome consciência da sua respiração! 




Observe a sensação do ato de respirar. 

Sinta o movimento de entrada e saída do ar 
ocorrendo em seu corpo. 

Veja como o peito e o abdome se expandem 
e se contraem ligeiramente 
quando você inspira e expira. 



 Basta uma respiração consciente 
para produzir esse espaço ou lacuna, 
onde antes havia tão somente 
uma sucessão de ininterruptos pensamentos. 


 Uma respiração consciente 
(duas ou três seria ainda melhor) 
feita muitas vezes ao dia 
é uma maneira excelente 
de criar espaços em sua vida. 


 Mesmo que você medite sobre sua respiração 
por duas horas ou mais, 
o que é uma prática adotada por algumas pessoas, 
uma respiração basta para deixá-lo consciente. 



A respiração acontece por si mesma. 

Ela é produzida pela inteligência inerente ao corpo. 

Portanto, basta observá-la. 

Essa atividade não envolve nem tensão nem esforço. 



Além disso, note a breve suspensão do fôlego 
- sobretudo no ponto de parada no fim da expiração - 
antes de começar a inspirar de novo. 


 Muitas pessoas têm a respiração curta, 
o que não é natural. 

Quanto mais tomamos consciência da respiração, 
mais sua profundidade se estabelece sozinha. 


 Ao tomarmos consciência da respiração, 
nos vemos forçados 
a nos concentrar no momento presente, 
no aqui e agora! 



Onde você está?
Aqui!


Qual é o momento mais importante?
Agora!



Assim como o presente e o futuro,
o passado faz parte das nossas vidas. 

Podemos recordar momentos das nossas vidas 
onde os acontecimentos foram duros, injustos, 
trouxeram sofrimento e deixaram marcas 
que hoje estão impressas na maneira 
como você tirou conclusões 
daquele acontecimento ou situação
e que perpetuam até o presente momento 
nas suas atitudes e comportamentos, 
não só consigo mesmo, 
mas também com os outros. 


Se esse ' fantasma ' do passado atormenta você
 e você já está pronto e preparado para,
através da Consciência,
transformar esse acontecimento traumático 
que gera infelicidade e desconforto
e retirar algum valor para a sua vida,
esta é a reflexão com consciência que vai ajudar você.


Fique no aqui e agora,
no presente!


O nome já diz o significado:
é um presente, uma bênção, uma alegria,
um estado de viver a paz, uma felicidade,
você se conectar com o presente!


O resto são lembranças (passado) 
ou expectativas (futuro), 
ou seja, pensamentos: a mente e o ego no comando.


Respire...


Entre em contato com seu Eu Interior.


 Percebemos, 
imediatamente, 
após alguns segundos de prática 
que não conseguimos pensar 
e nos manter conscientes da respiração ao mesmo tempo. 

E esse é o segredo de toda a transformação interior. 

Então, nos tornarmos conscientes da respiração 
é estarmos absolutamente no presente, 
pois a nossa atividade mental é suspensa.

O nosso ego cede espaço para
a manifestação do nosso Eu Interior. 



 A palavra alemã para respiração 
- atmen - 
tem origem no termo sânscrito atman, 
que significa o espírito divino que nos habita, 
ou o Deus interior. 


Você poderá, se quiser,
fazer uma pequena meditação de
conexão com seu estado de paz.


Uma pausa para a reflexão!


Vamos começar?


Sente-se confortavelmente em uma poltrona.

Feche gentilmente os olhos.

E só observe a sua respiração.

O ar entrando e saindo dos pulmões.

Observe a sua inspiração e a sua expiração.


Respire...


Desligue a sua mente dos pensamentos.


Apenas respire...


 Boa respiração com consciência! 


Alegre-se com tudo e todos ao seu redor 
e entre nessa frequência vibracional:
respiração,
vida,
felicidade,
amor e
estado de viver em paz!


Reverencie a sua vida!

Reverencie você!

Paz!

Desejo paz no seu coração!



 Por Sandrah Belleza Novelli




****************




"Depressão é a tristeza quando não acaba mais. 
É uma doença que ataca tão subrepticiamente, 
que a maioria dos que sofrem dela
nem percebem que estão doentes. 


De cada dez pessoas que procuram o médico, 
pelo menos uma preenche os requisitos
para o diagnóstico de depressão.


Do início insidioso, 
a depressão evolui continuamente para quadros 
que variam de intensidade e duração. 


Nos casos mais simples, 
a pessoa pode curar-se por conta própria
em duas a quatro semanas. 


Passado esse período sem haver melhora, 
os especialistas recomendam atenção e tratamento, 
porque a depressão prolongada pode levar a suicídio 
e mortes por causas naturais.


Para ajudá-lo a identificar os sintomas da depressão 
acompanhe o algoritmo abaixo, 
retirado da quarta edição do
Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM-IV):


1) Durante o último mês, 
você esteve frequentemente chateado 
por se sentir deprimido e desesperançado?

Sim? ou Não?


2) Durante o último mês você esteve frequentemente chateado 
por sentir falta de interesse nas atividades?

 Sim? ou Não?



Se a resposta foi não a ambas as perguntas, 
é pouco provável que você tenha depressão. 


Mas, se uma das respostas foi sim, 
esteja atento a outros sintomas da doença.


O diagnóstico de depressão requer a presença
de cinco ou mais dos seguintes sintomas 
que incluam obrigatoriamente espírito deprimido ou anedônia, 
durante pelo menos duas semanas, 
provocando distúrbios e prejuízos na área social, 
familiar, ocupacional e outros campos da atividade diária.


1) Estado deprimido: 

sentir-se deprimido a maior parte do tempo,
quase todos os dias;


2) Anedônia: 

interesse ou prazer diminuído
para realizar a maioria das atividades;


3) Alteração de peso: 

perda ou ganho de peso não intencional;


4) Distúrbio de sono: 

insônia ou hipersônia praticamente diárias;


5) Problemas psicomotores: 

agitação ou apatia psicomotora, quase todos os dias;


6) Falta de energia: 

fadiga ou perda de energia, diariamente;


7) Culpa excessiva: 

sentimento permanente de culpa e inutilidade;


8) Dificuldade de concentração: 

habilidade frequentemente diminuída
para pensar ou concentrar-se;


9) Ideias suicidas: 

pensamentos recorrentes de suicídio ou morte.



De acordo com o número de itens respondidos afirmativamente, 
o estado depressivo pode ser classificado em três grupos:


1) Depressão menor: 

2 a 4 sintomas por duas ou mais semanas,
incluindo estado deprimido ou anedônia;


2) Distimia: 

3 ou 4 sintomas, incluindo estado deprimido,
durante dois anos, no mínimo;


3) Depressão maior: 

5 ou mais sintomas por duas semanas ou mais,
incluindo estado deprimido ou anedônia."


Por Dr. Drauzio Varella

( * Consulte sempre um médico )



***********************



Acesse também:



Reflexão e Consciência de
nossa Luz e de nossa Sombra










Reflexão para conversar
com a sua Sombra












Meditação para transformar
Pensamento Negativo em Positivo










Meditação para transformar
Insônia em Sono Reparador












Meditação para identificar e romper
Padrão Repetitivo












Meditação para ser feita em 1 Minuto












Meditação para experienciar
a Paz Interior












Meditação para reconhecer
as Crenças












Meditação para ter Cérebro e Vida com Saúde











Meditação para equilíbrio entre Coração e Cérebro











Meditação para reavaliar a Culpa













Meditação para a Respiração Consciente












Meditação para estar em conexão 
com a nossa Essência










Meditação para entrar em contato
com a Felicidade Interior











Meditação para conexão
com o Silêncio Interno











Meditação para fazer conexão
com seu Anjo












Meditação para conexão
com seu Animal de Poder












Meditação para distinguir e aliviar Angústia










Meditação para se libertar de querer Controlar











Meditação para seguir
o Fluxo Natural da Vida










Reflexão através da Consciência
Personalizada e Especial para Você












TERAPEUTA DE FREQUÊNCIA VIBRACIONAL






 +55 (11) 964-311-500 Tim / WhatsApp 



 Estou à disposição para atender você! 

 Aguardo o seu contato. 

 Com carinho,
Sandrah